quinta-feira, 13 de julho de 2017

Gosta da cultura oriental e de escrever? Venha ser um redator(a) aqui!

Sim, estou abrindo as portas da minha casa, ou o melhor dizendo, da minha nave para estranhos que se tornarão futuros colegas de redação.

Sei que parece até repentino essa ideia, já que depois de tanto tempo de blog, eu finalmente demonstre interesse em dividir esse espaço com mais pessoas. Acontece que eu não vou me aposentar e nem nada do tipo da minha humilde nave. E nem demiti o Yoozen dos posts de tokusatsu e pokémon. Acontece que, por mais que não pareça, eu sempre tive essa vontade de dividir o blog com mais gente, mas sempre tive preguiça de fazer um post convidando pessoas porque sei que provavelmente ficarei no vácuo (~hello darkness my old friend ♪). E também não convido pessoas de outros blogs pois tenho medo de receber um não, já que eles já tem suas respectivas funções e afazeres em outros endereços. Outro medo é que pessoas novatas se candidatem achando que já serão automaticamente aceitas. Lembro até hoje de um leitor que me adicionou no facebook, e muito educadamente, mostrou interesse em escrever aqui. Eu bastante feliz e entusiasmada em ganhar um novo colega de blog, já fui até pedindo o e-mail dele pra já colocá-lo como redator aqui sem nem ao menos antes, ler o que ele tinha escrito. A única exigência minha era que não publicasse sem antes eu revisar. Mas, já era certo que ele seria um redator aqui. O que aconteceu é que, esse cara até tinha uma ideia de artigo legal, escrevia sem grandes erros de português, porém, era um texto sem estrutura. Sabe quando você perde o interesse logo na primeira estrofe? Então. Não era um texto que fluía bem. As informações contidas também pareciam picotadas demais, as ideias pareciam que davam socos umas nas outras, uma coisa não puxava outra etc. Fui sincera com ele e disse que no começo é assim mesmo. Meus primeiros textos eram muito mais horríveis, mas com a pratica tudo melhoraria. Pedi que revisasse mais, estudasse sobre redação na internet, e que ainda ele não estava preparado para publicar. Resultado: ele nunca mais falou comigo.

Portanto, um dos meus maiores medos atuais em relação a isso, é que a pessoa fique chateada se não for aceita. Eu sou bastante sincera, e o blog é como se fosse meu filho. Não basta eu confiar na pessoa que tomará conta dele, eu tenho que achar que ela está apta para dar continuidade a um trabalho que já passou do amador. Não que hoje meu blog seja o mais profissional e bem escrito ou coisa do tipo, muito longe disso. No entanto, como ele já está na estrada já faz alguns anos, eu não quero que uma pessoa venha apresentar aqui um texto abaixo do razoável. Eu quero pessoas que estejam interessadas em aprender cada vez mais e que estejam maduras o suficiente para aceitar críticas construtivas também. Não espero textos ultra mega maravilhosos, apenas quero algo dentro do aceitável. Não importa se vem de uma pessoa novata na area ou não, se ela tem um gosto e opinião diferente da minha. O que importa é saber formular e defender o que está sendo dito com respeito. Nada mais importa.

                                                                        ******

 REGULAMENTO E PRÉ-REQUISITOS
  • Escolha um tema relacionado com a cultura japonesa e escreva uma redação sobre. Não importa em quantas linhas. Pode ser um texto longo ou curto. O importante é ter começo, meio e fim. Se você é novato e não tem experiencia, mas tem vontade de aprender e quer compartilhar sua opinião de forma respeitosa na internet, essa é a hora de aprender. Pegue algumas dicas na internet e treine, antes de me enviar por e-mail sua resenha. 
  • É essencial que você escreva bem. Erros grosseiros de português serão descartados automaticamente. 
  • É primordial que o assunto seja interessante. Não adianta escrever sem erros de português, mas se o texto não tiver coerência e estrutura nenhuma. Tem que ter uma linha de raciocínio definida desde o começo, além de títulos chamativos, e etc. Quanto mais criativo, claro, polido e bem desenvolvido o texto, melhor. 
  • Fale em poucas palavras quem é você. Nome, idade, o que faz, onde mora, do que gosta, e porque gostaria de escrever aqui. Se tiver um My Anime List, também pode mandar. 
  • Importante: não mande sua breve apresentação junto ou misturado com esse seu texto demonstrativo. Deixe claro no seu e-mail uma coisa da outra. Aconselho que primeiro se apresente, e em seguida, mostre o seu texto teste.
  • Todos os interessados que me mandarem o e-mail serão respondidos, explicando se foi aceito ou não. Se você não for aceito não fique triste, treine um pouco mais. A vaga pra ser um redator ou redatora aqui não tem validade. Você pode se tornar um a qualquer momento.
  • Também não tenho ideia de quantos poderão ser aceitos. Talvez 1, 3, 5, 10 pessoas. Isso vai depender de quantos textos bons eu vou receber. 
  • Caso você seja escolhido, você decide quando vai postar. Se quiser postar aqui apenas 1 texto daquele seu anime/mangá preferido ou 2 por semana está ótimo. Outro detalhe: Não precisa ser um redator fixo. Escreva quando estiver com vontade e inspirado, no dia e na hora que quiser. Sem obrigações.
  • Obviamente, essa vaga é pra quem realmente gosta de escrever, e falar sobre animes, mangás, filmes orientais, ou qualquer coisa que envolva o Japão. Não há pagamento em dinheiro, e nem garantias que seu texto terá muitos comentários ou likes, até porque, esse blog não é famoso, e a sua futura chefa aqui não é rica (ao menos por enquanto, vai que a NB vira um omelete da vida, sonhar nunca é demais). É um hobbie apenas para quem realmente gosta. 

Se você se encaixa na descrição e não se sentiu desmotivado depois de saber que é um trabalho que não envolve dinheiro e nem fama, o e-mail para mandar sua redação demonstrativa e apresentação pessoal, é thais123lara@gmail.com

Boa sorte para todos os pouquíssimos que provavelmente vão querer participar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário