terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Top 10 Animes Espaciais Para Ver


♪ Ground Control to Major Tom ♫

Esse post deu trabalho pra caramba, mas valeu a pena. Re-assistir certos episódios, procurar saber mais sobre o tema, relembrar certos sentimentos ao assisti-los foi muito gratificante. O difícil foi só colocados numa ordem de preferência. Talvez eu tenha cometido algumas injustiças, principalmente se eu lembrar depois de algum outro que deixei de fora. Mas tudo bem, acontece. 

Minhas regrinhas básicas para construí-lo foi primeiramente, evitar mechas. Por isso você não encontrará Macross e nem Gundam aqui. Alias, eu nunca assisti nada dessas duas franquias, então, não faria sentido eu comentar essas séries. No entanto, fica aqui o meu respeito e menção honrosa para Macross e Gundam; conheço pessoas que amam de paixão e recomendam fortemente cada uma delas. Portante, se isto lhe atiça a curiosidade, corra atrás para assistir na ordem certa, e seja feliz! (PS: eu também tenho vontade de ver um dia, mas no momento não posso, mas quem sabe né?)
E já que eu disse que tentei evitar mechas nessa lista, já adianto que apenas ''tentei''. Tem duas séries aí que não consegui deixar de fora e tive que comentar. Espero que me perdoem pelo vacilo e não desistam de mim. PLEASE
Uma outra irregularidade que você vai encontrar, é o título estranho. Nesse top dez você não vai encontrar 10 recomendações de animes mais sim 09. Isso porque, tem um deles que eu recomendo apenas o mangá e não o anime. Espero que relevem. 
Ah, outra coisa. Pelo nome do blog, você já deve imaginar quem tá em primeiro lugar né? Me perdoe por essa obviedade também e me dê um desconto U.U

Explicações dadas, vamos agora ao que interessa. Apertem os cintos, que a Nave Bebop já está decolando.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
10 - Uchuu Senkan Yamato 2199

Um navio de guerra que voa pelo espaço! Sim, meus amigos, isso é muito foda! Bem, para quem gosta animes espaciais certamente. Space Battleship Yamato 2199 ou Star Blazers, foi originalmente criado em 1974 pelo Yoshinobu Nishizaki e Leiji Matsumoto e se tornou um grande sucesso do gênero, se consolidando como um clássico do espaço.

A premissa básica conta as aventuras da tripulação espacial Yamato, no ano de 2199. A raça humana foi esmagada em sua guerra com os Gamilos, dirigindo-se para cidades subterrâneas contra assalto invasor. Os cientistas estimam que eles têm apenas um ano. Os jovens oficiais Susumu Kodai e Daisuke Shima encontram uma cápsula misterioso de um navio que fez um pouso de emergência em Marte e voltar com ele para a Terra. Ela contém a última esperança da humanidade: o planeta Iscandar do outro lado da galáxia Magellan tem a tecnologia para derrotar os Gamilos e restaurar o planeta. O Yamato é incumbido desta tarefa, mas eles têm apenas um ano antes do fim da humanidade.

Sempre considerei importante não esquecer e ignorar as raízes. Pois bem. Antes de existir Gundam, existiu Yamato. E é super válido também dizer, que se você gosta de Gundam, essa é uma obra obrigatória. Tanto a série antiga como o remake, são totalmente válidos e dignos de nota. É uma baita de uma aventura.




 09 - Sidonia no Kishi

Já adianto pra você, a história de Sidonia no Kishi é clichê. À começar, o protagonista Nagate Tanikaze, que viveu na camada subterrânea de Sidonia desde o nascimento, foi criado por seu avô. Nunca encontrando ninguém, ele treinou em um velho simulador de piloto Guardião todos os dias, tentando dominá-lo. Após a morte de seu avô, ele é encontrado pelo resto da população e selecionado como piloto Guardião, na esperança de defender Sidonia do ataque do Gauna usando suas habilidades de combate em circulação.

Mas se você está perdido, o que raios são Gauna e etc, é importante entender o cenário da obra, que pra mim, é bastante fascinante - apesar de não fugir do clichê. Não vou entrar em detalhes pra não estender o texto mais do que o necessário, porém, posso afirmar que o pano de fundo deixa qualquer fã de sci-fi sedento em conhecer mais sobre aquele universo, de tão bem construído. Não é nada ''oh meu Deus, que inovador'', mas é tudo bem feito. Bem pensado.

O autor do mangá, Tsutomu Nihei, é um dos autores mais renomados do Japão. Deu vida pra obras como Blame, Abara, Biomega e tantas outras, é considerado um dos influenciadores do cyberpunk atualmente. Nihei estudou arquitetura, consequentemente, isso explica o fascínio que teve pelas estruturas construídas por ele no mangá. Com animação do estúdio Polygon Pictures, Knights of Sidonia foi feito em CG. Apesar de ser novato no ramo das animações, o estúdio é um dos mais antigos do Japão, trabalhando com 3G, e, tendo participado até de produção de games como Street Fighter IV e Onimusha 2. Na direção temos Shizuno Koubun responsável por alguns filmes de Detective Conan, e também temos Murai Sadayuki como roteirista – foi ele quem cuidou das adaptações da terceira e quarta temporada de Natsume Yuujinchou.

Eu recomendo para você a primeira temporada (que inclusive já fiz um review, caso queira ler mais sobre, clica aqui.) A segunda você pode jogá-la no lixo, porque a única coisa que se salva lá é o CG bem animado nas cenas de batalhas, de resto, vá ver o filme do pelé. Assista os 12 episódios, que além da animação ser bonita, o anime apresenta uma história bem consistente, com um clima e trilha sonora capaz de fazer você se sentir no espaço, junto com aqueles personagens. Caso goste, compre o mangá da JBC, que vale seu dinheiro só pela arte. Vale lembrar que o anime tem no Netflix, então, não há desculpas pra não assistir.



08 - Space Patrol Luluco

Esse anime foi ao ar ano passado, mas já merece entrar nesse top. Isso porquê, além do estúdio Trigger fazer um trabalho excepcional e referenciar vários dos seus animes famosos, como Kill la Kill, Inferno Cop dentre outros, de forma bem humorada, a história sabe usufruir da pouca duração que tem pra encher de sorrisinhos bobos o fã, seja do estúdio em si como do tema espaço.

Antes de mais nada, é bom salientar, que Space Patrol Luluco não se trata de um anime genial. Mas sim, de um anime memorável. Não acredito que entre para o favorito de todos os tempos de ninguém, principalmente de quem gosta da temática, no entanto, garanto que daqui à 2 ou 3 anos, se alguém perguntar pra você desse anime, você se lembrará que assistiu. E não, não acho que é cedo pra afirmar uma coisa dessas, porque o anime se destaca por vários motivos.

Um deles, é por ser bem maluquinho. Luluco é uma menina de treze anos de idade que vive na fronteira sistema de zona de colonização espacial solar de Ogikubo, juntamente com seu pai, que trabalha para a respectiva patrulha do espaço. Apesar daquele universo ser louco, cheio de aliens estranhos e o caralho a quatro, Luluco é uma estudante normal. Só que sua vida muda quando seu pai é congelado acidentalmente, pois ela acaba que ter que trabalhar no lugar dele. Daí então, Luluco viverá altas aventuras com criminosos espaciais, juntamente com seu parceiro designado e sua colega de classe.

De inicio, é difícil pegar o espírito da série - pelo menos foi pra mim. Só que daí depois você percebe que é mais sobre a personagem, do que sobre o espaço, a comédia ou o romance. E isso não é nenhum problema, pelo contrário, é uma característica bastante válida. Você não só verá uma história fechadinha feita sobre o tema espaço, bem animada e tal, como também se sentirá de bem com a vida depois que assistir no final de um dia estressante e cansativo. Com a direção de Hiroyuki Imaishi (Gurren Lagann, Kill la Kill) Space Patrol Luluco há de lhe fazer sair do planeta Terra por alguns minutinhos, disso tenho certeza. Se não viu, veja. 

Dito isso, só digo uma coisa: FIGHT FOR JUSTICEEEEEE!!!!!!


07 - Voices of a Distant Star 
(Hoshi no Koe)


Este OVA de 2002, conduzido pelo mestre Makoto Shinkai, merece sua devida atenção, porque aqui vemos uma pequena amostra do que seria ''5 Centímetros por Segundo'' mais tarde - um dos grandes sucessos da filmografia do diretor. Na história, o ano é de 2047, e a humanidade está em guerra com uma raça alienígena desconhecida chamada Tarsians. A personagem principal é Makako Nagamine, uma menina colegial que acaba se transformando numa espécie de Shinji do Neon Genesis Evangelion, e é a última esperança do planeta Terra. Ela terá que controlar um robô/nave no espaço para defender seu mundo. Até aí, é bem bobinho. Só que no meio disso, nasce um pequeno romance com seu colega de classe. Enquanto ela está muito distante de seu planeta, ela trocará mensagens com esse garoto - o problema é que essas mensagens de textos demoram messes e até anos pra chegar na Terra.

O que mais admiro nessa história, é essa garra de defender a tecnologia. Ele mostra o lado bom de ter um meio de comunicação, capaz de reduzir mesmo que minimamente, a distancia entre as pessoas. É bem verdade que a tecnologia pode ser usada tanto para o bem como para o mal, mas no mundo em que vivemos hoje, o lado negativo acaba recebendo mais vasão. Hoshi no Koe vai mostrar o lado bom de ter essa ferramenta ao nosso poder. Hoje em dia, a vida de todos se tornou muito corrida, e ter um celular em mãos por exemplo, ajuda a quebrar à distancia e o tempo que as separam. Gosto de como o próprio OVA diz sutilmente, que mesmo no passado, as pessoas necessitavam se comunicar uma com às outras de muito longe através de cartas. Nessa era, têm certas necessidades que continuam iguais e isso não pode ser encarado com maus olhos.

Esse anime, traz um pequeno aperto no peito. Mesmo que o motivo pela qual a personagem se encontra no espaço seja clichê, ainda sim é uma obra que vale por sua mensagem. O espaço ali é usado de uma forma não muito coerente e interessante, mas só por ele ser a escada para trazer um fim justo, significativo e tudo mais, já vale a pena ele ser mencionado aqui.







06 - Ginga Eiyuu Densetsu

Durante décadas, o Império Galáctico foi travado em uma guerra interestelar com a Free Planets Alliance, um conflito que envolve milhares de naves espaciais e milhões de soldados em ambos os lados. Dois novos comandantes entram no conflito com grandes esperanças: o Almirante Imperial Reinhard von Lohengramm e o FPA Yang Wen-Li. Ao lidar com superiores e subordinados, manobrar através de arranjos políticos complicados, planejar estratégias e vencer batalhas, cada um será testado e, em última instância, alterado pela realidade da guerra.
Isso mostra que mesmo quando os seres humanos têm migrado para o espaço, ainda não podemos lutar contra a nossa natureza para batalhar uns aos outros em uma luta pelo poder.

Apesar da longa guerra entre o Império Galáctico e a Aliança dos Planetas Livres ser mais duradoura do que o normal, o anime apresenta bem tudo o que está acontecendo ali. A coisa que mais gosto nesse obra, é a mensagem que tem por trás dos fatos. Gosto demais dessa questão de que, dos dois lados da guerra, existem pessoas do bem e do mal, e que quem os controla é quem mais tem a ânsia pelo poder. Outra coisa interessante nessa obra é o fato de que às vezes, a guerra é disputada apenas por pessoas de bem. A rivalidade entre Yang Wen Li e Reinhard Von Musel representa isso muito bem. Apesar de serem respeitados comandantes de seus respectivos exércitos e temidos por seus inimigos como monstros viciosos, a série faz um grande trabalho de também humanizá-los e por que eles escolhem lutar. A triste realidade é, apesar de sua rivalidade, a série faz um grande trabalho de indicar em circunstâncias, eles poderiam ter sido os melhores amigos.

Legend of the Galactic Heroes (Ginga Eiyū Densetsu) é uma light novel escrito por Yoshiki Tanaka entre 1982 e 1987, e foi posteriormente adaptado para anime e mangá. E eu considero uma obra obrigatória para quem gosta de sci-fi.






05 - Space Adventure Cobra/
Cobra The Animation


Okay, o título dessa obra definitivamente, não é a das mais atrativas, mas esqueçamos por um momento esse detalhe. Cobra the Animation ou Space Aventure Cobra é sim repleto de clichês, mas não deixa de ser uma obra divertida. Talvez você não saiba mas, Space Adventure Cobra foi uma série muito amada na década de 80, fazendo a cabeça dos mais afoitos por ficção científica grudarem os olhos na telinha. O anime original teve 33 episódios; mas se você não acompanhava animes por temporada em 2010, talvez não saiba que ele ganhou uma nova versão de 13 episódios, continuando de onde o anime antigo havia parado. No entanto, mesmo ganhando um novo anime, Cobra nunca foi um anime do mainstream. Ele sempre fez mais sucesso com quem gosta mesmo de aventuras espaciais.

Se você quer conhecer essa obra, recomendo começar pelo anime mais recente de 13 episódios. Sim, por mais que seja uma continuação da série original dos anos oitenta, nada lhe impede que você já comece por este. Isto porque, dá pra entender tudo sem maiores problemas e se divertir da mesma forma. Se você gostar, aí sim, recomendo ir atrás da série antiga, e consequentemente, o mangá caso prefira. Eu não li o mangá, então não opinarei sobre.

Esse cara que você vê nas imagens de cabelo amarelo e camisa vermelha, é um pirata espacial e está na maior parte do seu tempo consertando (cagadas) problemas e ajudando mulheres bonitas. Sua personalidade é uma mistura de Lupin com Indiana Jones, com uma grande pitada de testosterona.

É diversão na certa, principalmente para quem gosta de óperas espaciais. 






04 - Space Dandy

EEEEEEEEEEU AAAAAAAMEI ESSE ANIME, BABY. Não tem jeito, pelo visto vou ter que falar de Space Dandy como uma fangirl descontrolada. Eu adoro ópera espacial, e é óbvio, que não podia deixar de fora um anime que brinca com essa característica muitíssimo bem. Dirigido pelo padrinho Shinichiro Watanabe e Shingo Natsume, com a produção de Square Enix e o sinal verde do estúdio Bones, Space Dandy tem duas temporadas de 13 episódios de pura diversão, baby. A história é bem simples e até parecida com Cowboy Bebop, se não fosse pela zoeira e o visual mais cartunesco. Space Dandy vai chacoalhar sua imaginação, com uma animação bem episódica, de forma descompromissada e interessante. Uma comédia espacial que não lhe arrancará gargalhadas exageradas, mas vai brincar com as situações no sistema solar de maneira criativa e inusitada. É um anime que deixou uma marca profunda de saudade na minha memória, e ocupou um lugarzinho especial em meu ''kokoro''.

Eu falei da primeira temporada aqui no blog, inclusive se quiser ler mais tarde, clica aqui. Sei que estou devendo uma segunda parte já faz anos, mas eu acabei me esquecendo de comentar sobre a segunda temporada, que por sinal, também recomendo demais - apesar de não ter gostado tanto do final. Enfim. Pra quem está boiando, a história é assim; Dandy é esse bonitão da imagem abaixo, que perambula pelo espaço com seus companheiros QT com um alienígena gato chamado Meow (nome fofo ♥) afim de caçar alienígenas raros pelo espaço. Pra tudo ficar mais divertido, na maioria das vezes, eles falham. E é aí que tá a graça. É uma aventura maluca que em alguns episódios vai soar insana demais, noutras vai ser mais comportado, porém, mais conflituoso. Achei sensacional. Recomendo com todas as minhas forças.












03 - Uchuu Kyoudai


Claro que eu não poderia deixar de mencionar também nessa lista, um anime que marcou minha vida e a de muita gente: Uchuu Kyoudai ou Space Brothers como preferir. A história dos dois irmãos que sonham com o espaço, é extremamente cativante e ainda se faz muito viva na memória de todos que conheceram a obra.
Uchuu Kyoudai é um mangá de Chuya Koyama e conta com 30 volumes publicados pela Kodansha. Em Abril de 2012 ele ganhou uma versão em anime pelo estúdio A-1 Pictures, com a direção de Ayumu Watanabe, totalizando ao final 99 fucking episódios. Ele também já ganhou um live action e um filme animado.

A trama segue a vida dos dois irmãos, o mais velho Nanba Mutta e o mais novo Nanba Hibito, que sonham em se tornar astronautas no futuro, depois de avistar um OVNI no céu quando crianças. Só que quando eles crescem, apenas Hibito consegue concretizar esse sonho, enquanto Mutta se esqueceu da sua ambição infantil e trabalha em outra coisa. Um dia Mutta é despedido de seu emprego e começa a encontrar dificuldade pra arranjar outro. Só que, numa determinada situação, ele se lembrará de seu sonho antigo e tentará se tornar um astronauta.

Essa é uma história bastante pé no chão. Ela consegue ser engraçada e emocionante ao mesmo tempo, além de ser mega inspiradora. Tenho certeza que depois de conhecer essa obra, tanto mangá como anime, de alguma forma, se sentirá mais esperançoso com relação aos seus sonhos. ♥

02- Planetes

Já peço desculpas adiantadas; como eu não assisti o anime de Planetes, destecerei meus comentários apenas ao mangá (que inclusive, recomendo fortemente não só pra quem gosta da temática espaço, como também para quem gosta de uma boa história. Dificilmente, você se decepcionará). O mangá foi criado por Makoto Yukimura (mesmo autor de Vinland Saga) no ano de 1999 pela revista Weekly Morning da Kodansha, totalizando apenas 4 volumes. No Brasil, ela veio pela Panini. Já o anime veio pela Sunrise em 2003, com a direção de Goro Taniguchi, com 26 episódio ao todo.

A premissa básica de planetes, segue a vida de alguns lixeiros espaciais. Eles são encarregados de tirar pedaços de escombros, satélites fora de uso, e outras tranqueiras que ficam flutuando pelo espaço causando grande perigo aos astronautas, quanto às suas aeronaves. A obra acompanha a nave DS-12, conhecida como Toy Box, e seus tripulantes exercendo seus trabalhos, e se relacionando uns com os outros.

Além de ter personagens verossímeis e uma ambientação maravilhosa, Planetes é um super mangá consciente, e ele realmente sabe o que está contando em cada página. Tudo tem um propósito, uma mensagem. Se você se assustou com o números de episódios e capítulos de Uchuu Kyoudai comentado recentemente, com esse você não não terá desculpas. A obra é curta, e dá pra ler tranquilamente. Alguns podem não gostar do ritmo, já que não existe ação o tempo todo, mas se você gosta de seinen, não encontrará grandes problemas.

Enfim, Planetes é um super mangá. Daqueles que transcendem a categoria ''apenas uma boa obra sobre a temática''. Ele também é para aqueles ''que gostam de histórias maduras e repletas de significados''. Recomendo com todas as minhas forças! ♥








01 - Cowboy Bebop

TCHARAAAAAM, AQUI TÁ O ÓBVIO!!!!!! Se você adivinhou, parabéns, você é um garoto ou garota esperta (ou não muito porque tava na cara :o ). Com a direção do padrinho Shinichiro Watanabe, e a composição de série de Keiko Nobumoto, o estúdio Sunrise apostou no anime com 26 episódios em 1998, e novamente mais tarde em 2001, com um filme. A história segue a vida de Spike Spiegel, um caçador de recompensas do espaço, que viaja pelas galáxias com seus companheiros Jet, Faye, Ed e Ein.  É um anime que aborda existencialismo, filosofia e todo aquele papo que você já deve tá cansado de escutar, tanto de mim como dos otakus mais ''classudos''. Mas por que você deve assistir? Oras bolas, porque é um dos melhores animes já feitos.

O ano é de 2071 e muitas mudanças ocorreram: a tecnologia evoluiu; a população da Terra migrou para outros planetas do Sistema Solar, vivendo em colônias. A população aumentou consideravelmente e, com ela, o número de criminosos. A polícia espacial (ISSP, Inter Solar System Police, em inglês), não podendo dar conta de todos os bandidos, recorrendo assim ao auxílio de cowboys: caçadores de recompensas espaciais. O anime vai mostrar então as aventuras cheia de ação e pensamentos devaneios dos personagens citados anteriormente, que se juntarão na nave bebop com o intuito de caçar essas recompensas.


Já fiz vários posts do anime aqui no blog que você pode conferir caso a curiosidade tenha aguçado. Fiz um Guia Básico para iniciantes, falei sobre a trilha sonora (é o melhor post na minha opinião que fiz sobre CowBe), também comentei o filme, e até fiz uma turnê virtual pela nave. Eu fiz esses posts no começo dessa minha aventura de blogueira, por isso, não estranhem minha escrita beeeeeeem amadora. Porém, caso queira ler algo mais formal, tem o texto do Chunan, que recomendo tanto para aqueles que já assistiram a série como para aqueles que ainda vão assistir.

Enfim, nem preciso dizer que recomendo o anime né? Gostaria de dizer todos os elogios do mundo mais uma vez aqui, mas acontece que CowBe faz parte daqueles animes que gosto tanto que não consigo colocar em palavras o quanto gosto. Além, de que, vou soar repetitiva novamente nessas tentativas. Então, vai na fé, só assista. Não discuta comigo, vai agora tirar esse atraso. Faça esse favor a si mesmo. Grata.

Considerações finais

Listas foram feitas para serem discutidas ao meu ver. Sempre vai faltar algo, talvez uma obra esquecida, aquela observação ou informação marota que foi deixada de lado sobre a série e etc. Por isso, é muito importante que você opine. Esse é um post que tem que ser recortado, apagado, mudado com o tempo. E isso, eu não posso fazer com total perfeição sozinha. Se puder, me conte qual é o seu top 10 animes sobre espaço ou de sci-fi favoritos. Acrescente algum comentário sobre quais você já viu, qual tem vontade de ver, e qual nunca veria. Somente com sua participação nos comentários, este post será mais justo e consequentemente, mais completo sobre. Então, se sinta em casa!

Menções Honrosas Extras (lembradas por leitores ou descobertas por mim após o término do post):
  • Seikai no Monshou
  • Uchuu no Stellvia
  • 2001 Nights
  • Mugen no Ryvius
  • Starship Operators
  • Outlaw Star
  • Freedom
Continua ...
_________________________________________________________________________

Curta o blog no Facebook e siga também no Twitter. Muito obrigada pela visita e até mais! See you

Nenhum comentário:

Postar um comentário